All Posts By

Ana Delduque

0 In Desenvolvimento Pessoal/ Lifestyle

Uma reflexão sobre a verdadeira felicidade

felicidade-saude

Estive fora do blog por alguns meses. Problemas de saúde e pessoais que me deixaram meio fora de órbita. Estou de volta e quero poder colocar coisa nova aqui toda semana. Esse é o primeiro post desde muito tempo e ele propõe uma reflexão, espero que gostem.

Iniciei meu dia hoje propondo a mim mesma uma reflexão em relação ao que realmente é importante na minha vida. E te convido a refletir sobre o quê te faz feliz de verdade.
Ultimamente são tantas as notícias que temos escutado que nos deparamos diariamente com situações onde repensamos drásticamente o nosso presente : se estamos felizes, se estamos no emprego certo, com a pessoa certa, se temos feito a vida valer a pena ou não. É claro que não devemos só focar nas coisas ruins do mundo, do contrário seríamos paranóicos. Porém ás vezes tragédias e fatos ruins nos fazem repensar muitas coisas e repensar a vida.

Mas porquê pensar naquilo que é importante na vida ?

A hora é agora, a vida está aí ! Para quê perder tempo com aquilo que não traz felicidade, que não acrescenta e não engrandece ? Se for para ficar sendo a mesma pessoa melhor se trancar em casa. A gente precisa evoluir, se melhorar, nos tornar a melhor versão de nós mesmos. E porquê não começar pensando naquilo que é importante em nossa vida e questionar se nossos atos tem caminhado para as coisas que realmente importam ou se temos vivido uma vida fútil e focada em coisas que não nos farão felizes ?
Muitas vezes damos importância às coisas e não às pessoas. A desfechos e não ao processo. Tiramos o foco do nosso interior e vivemos um dia de cada vez, olhando para o que nos falta, nos desagrada e não para aquilo nos preenche. É claro que se o que te preenche é uma conta lotada de grana ou viajar todo ano para o exterior, tudo bem. Mas será que estamos focando somente no ter e esquecendo de estar com as pessoas que nós amamos e nos amam ?
A questão da importância é subjetiva. Alguns dirão que são bens materiais outros dirão que á a família, o amor e Deus.

Então eu te pergunto : O que é verdadeiramente importante para você ?

Na minha opinião é acordar todos os dias, poder olhar para o céu e agradecer a Deus por mais um dia. É ser acordada pela minha caçulinha com os olhos cheios de amor me dizendo “Bom dia mamãe” ou quando escuto ela dizer : “Mamãe eu te amo”. É ver meus filhos adolescentes vivendo vidas normais, comum a todo adolescente : namorando, falando besteira, vibrando com suas conquistas, isso é vida ! É dormir abraçado e acordar ao lado do homem que eu amo. É agradecer a Deus por ter me dado mais uma chance para ser feliz ao lado do meu marido. É importante para mim o meu trabalho, dar o meu melhor na profissão que eu escolhi. É importante ter meus amigos, ainda que muitos deles só falem comigo por whatsapp ou Facebook. Sei que estão ali e que se tiver que procurar um ombro para chorar sei onde encontrar. É importante ter uma família que não é perfeita mas que está sempre ali para me apoiar. É ter um colo de mãe, que é minha melhor amiga, isso sim é importante ! O meu artesanato, amar escrever, ler um bom livro. Ter um lar de verdade onde reina a paz e onde eu recarrego as minhas baterias para mais um dia de luta.
Não preciso nem dizer que Deus merece estar no topo da importância da minha vida. É preciso dar a ele a importância devida. Louvar e agradecer. Fazer o que é agradável aos olhos dele e mirar o céu. O mundo está essa bagunça toda porque as pessoas se esqueceram de Deus. Colocaram tudo na frente dele e só o procuram nos momentos de dor. Deus deve ser seu melhor amigo. É importante manter essa intimidade para lutar as lutas do dia a dia, faz toda diferença, acredite em mim.
Mas e o bens materiais não importam ? Seria hipocrisia eu dizer que o dinheiro não é importante ou que ele não traz felicidade. Ele traz e pode proporcionar momentos felizes, ele paga nossa alimentação, nossas necessidades básicas e nos ajuda a cuidar da nossa saúde. Sim, ele é importante, mas não está no local de destaque. Não dá para esperar ter aquilo que eu sonho ou comprar aquilo que tanto desejo para ser feliz. Eu quero ser feliz agora ! Eu quero ser feliz mesmo ralando todo mês para pagar as contas. Eu quero ser feliz mesmo que eu não possa comer em restaurantes caros ou estar sempre badalando com a roupa mais cara. Eu quero ser feliz mesmo sem nunca ter ido a Disney. Eu quero ser feliz sem precisar ter uma casa de revista ou o carro mais imponente, eu quero ser feliz com aquilo que eu já tenho.

A felicidade é o caminho e não o fim.

A gente tem que ser feliz hoje, não amanhã. Por isso devemos estar sempre de olhos abertos para o que é realmente importante. Amar nossos filhos, nosso marido (ou mulher), nossa família, nossos amigos, nosso emprego, nossa vida ! Praticar a gratidão diariamente, agradecer a esse Deus que nos deu a chance de estar aqui, de viver mais um dia, de continuar lutando. A luta não é fácil, mas é deliciosa. Não importa onde iremos chegar temos que amar o processo, o caminho !

0 In Maternidade

Se mudarmos o início da história, mudamos a história toda

O começo da vida

Na semana passada eu assisti “O Começo da Vida“, documentário de Estela Renner na GNT. Não havia pretensão nenhuma de assistir já que raramente vejo televisão, mas em um desses dias em que o cansaço me venceu e me permiti ficar deitada após o jantar pude contemplar uma riqueza de documentário que nunca imaginei e que recomendo para todas as pessoas, mesmo as que ainda não tem filhos.

Digo sem dúvida que foi um dos melhores filmes que já vi. Me deparei com uma análise profunda e sensível de como a formação das crianças nos primeiros anos de vida é importante para o seu futuro. Da própria criança e porque não dizer, do mundo. O alicerce do futuro da humanidade está na infância. É construindo um ser humano melhor que teremos uma sociedade melhor e mais justa.

“Os primeiros anos são como construir a estrutura de uma casa. Você constrói a estrutura sobre a qual todo o resto se desenvolverá”. Dr Charles A. Nelson III Pediatra Harvard Medical School.

O documentário se baseia em depoimentos de pais, avós, mães e profissionais de diversas áreas ligadas a pedagogia, que falam sobre como o começo da vida de uma criança se desenvolve, e como todos os aspectos cognitivos e neurológicos, além do afeto, são importantes para que ela possa estar preparada para a vida. A atenção, apoio e acolhimento da família moldam o caráter e a personalidade de uma criança.

Achei interessante pois eles não deram uma visão elitista da maternidade/paternidade. Os depoimentos foram de diversos tipos de pessoas, de países diversos, com experiências e situações econômicas diversas. Vimos desde Gisele Bündchen a uma ex-doméstica que mora em uma favela. Ambas tem a mesma visão do que é ser mãe e concordam com a mesma afirmação : “Quero escutar os meus filhos”.

O documentário discute abertamente o papel dos pais, dos avós, das babás e até do profissional da educação.

“Meus filhos não querem saber se sou importante ou se ganho dinheiro. Eles só querem saber se estou presente.”

O documento faz uma reflexão ainda mais profunda do papel da mãe. Há diversas situações onde essa reflexão se dá : há a mãe que reivindica uma carga horária mais baixa para poder passar mais tempo com o filho, outra que parou de trabalhar para se dedicar a ele, passando pela que precisa trabalhar mas tem em sua fiel babá uma forte aliada na criação do seu filho, e a irmã mais velha com menos de dez anos na Índia, que cria os irmãos mais novos sozinha enquanto a mãe está fora, sem qualquer infraestrutura.

Em tempos onde vemos pais matando seus filhos e se matando, seja por loucura ou desespero frente a uma problema sério na vida, fica a reflexão de como será que estamos criando nossos filhos, que adultos eles serão ?

Nem preciso dizer que ver esse documentário me fez refletir na minha própria experiência como mãe, em todos os erros e acertos que tive nestes últimos 17 anos. Fui mãe pela primeira aos 23 anos. Gostaria de poder voltar no tempo para mudar algumas coisas, mas infelizmente não é possível. Muitas vezes o óbvio não é tão fácil de se perceber. Trabalhamos que nem loucos todos os dias pensando em “dar” o melhor para nossos filhos, para atender a uma sociedade onde o “ter” é mais importante que o “ser” e não percebemos que não é um de quarto cheio de brinquedos que nossos filhos precisam. É de atenção, é de amor, é de serem ouvidos e compreendidos, é de tempo conosco, de se sentirem amados e protegidos.

Temos vivenciado uma geração de criança carentes, despreparadas e inseguras para a vida, criadas muitas vezes por empregadas e creches. Crianças que não ficam mais que uma hora com seus pais todos os dias, onde a dita “qualidade de tempo” só pode ser dada de fato nos finais de semana (quando é dada).

“O amor materno é uma parte importante da economia e não é totalmente reconhecido pela sociedade.” Dr James J. Heckman, Prêmio Nobel da Economia University of Chicago.

Outro ponto chave do documentário e que acho pertinente falar é em relação a jornada de trabalho da mulher. Muito se fala em igualdade de gêneros mas nesse contexto, eu acredito que a igualdade não favorece a primeira infância (me julguem!). A sociedade e principalmente as empresas que contratam mulheres, deveriam compreender a aceitar a importância da do papel da mulher na família. Mas como poderiam reconhecer isso ? Permitindo licenças maternidade maiores (na minha concepção deveria ser como em muitos países da Europa, no mínimo 1 ano), compreendendo ausências eventuais e necessárias e porque não, promover flexibilidade de horário ou local de trabalho (homeoffice) ?

Economicamente falando, uma criança com uma personalidade bem formada e bem educada é menos prejuízo para a sociedade, para o estado. É diminuição de violência, de drogas, de problemas psicológicos e até de doenças ! Uma parte que achei interessante do filme foi quando uma das especialistas do documentário diz : “A criança não precisa só de tempo de qualidade. A criança precisa de quantidade”. Se você dissesse ao seu chefe que só iria trabalhar 2 horas por dia mas com total qualidade, ele iria aceitar ????

“A relação afetiva de coração para coração, é que vai estruturar aquele indivíduo”. Dr Vera Cordeiro,Médica e Fundadora da Fundação Saúde Criança.

Para quem não viu “O Começo da Vida”, recomendo fortemente. O filme está disponível no Netflix e provável que no GNT play.

Para saber mais sobre o filme : http://ocomecodavida.com.br/

 

2 In Desenvolvimento Pessoal/ Lifestyle

Como eliminar a autossabotagem

autossabotagem

“Um dia você acorda e percebe que sua vida continua a mesma … você fez dieta o mês inteiro e quando estava conseguindo emagrecer volta a comer como antes. No começo só uma vez afinal que mal faz uma única vez, depois no outro final de semana e depois no outro e quando vê voltou ao peso anterior ou até mais … você termina um namoro por causa da personalidade de uma pessoa mas se pega brigando pelas mesmas coisas com seu namorado atual … você busca por uma mudança mas quando ela aparece você dá mil desculpas para não seguir adiante… porque não vai conseguir, porque falta alguma coisa, porque não está preparada… e aí vem a frustração de que nada que você deseja acontece, de que seus projetos nunca se concretizam e de que você nada, nada e sempre morre na praia…. “.

Falta de sorte ou autossabotagem ?

Se identificou com essa história ?

Muitas vezes queremos mudar situações, hábitos e até relacionamentos em nossas vidas. Sabemos que é preciso, queremos e até tentamos, mas muitas vezes nos encontramos cometendo os mesmos erros de antes, caímos em armadilhas criadas por nós mesmos. Nos autossabotamos e por mais que queiramos mudar, nossos pensamentos, crenças e nova forma de ver o mundo não mudaram e isso nos impede de mudar efetivamente.

As maiores dificuldades estão em nós e não nos outros. E isso não é uma coisa que possamos perceber assim tão fácil. É sempre mais fácil culpar aos outros e à vida por nossas desistências e fracassos e pela ausência de oportunidades.

“Se acreditamos que nossa vida é definida por limites estreitos, de repente transformaremos esses limites em realidade. O que acreditamos ser verdade, o que acreditamos ser possível torna-se verdade, torna-se possível”. Anthony Robbins em O Poder sem limites.

Sem nos darmos conta ouvimos aquela voz interior, as nossas verdades. Muitas dessas verdades e crenças que nos limitam são formadas ainda em nossa infância onde muitas vezes escutamos o que é certo e o que é errado e aprendemos com nossos pais a nos comportarmos no mundo. Essas verdades, esses significados que atribuímos a tudo em nossa vida muitas vezes são frutos das crenças que foram formadas com nossa personalidade.
Cada vez que não nos achamos capaz de superar obstáculos (e isso é uma crença limitante), cultivamos um sentimento de covardia interior, que bloqueia as nossas emoções e nos paralisa. Na verdade caímos em armadilhas criadas por nós mesmos e isso ocorre porque, apesar de querermos mudar, o nosso subconsciente não nos permite.

Muitas vezes, o medo da mudança é maior do que a força para mudar. Por isso, enquanto nos iludirmos com soluções irreais e mostrarmos resistência em rever nossos erros e aprender com eles, estaremos bloqueados.

imagem: internet

imagem: internet

Mas afinal porquê as pessoas se autossabotam ?

Algumas pessoas parecem atreladas a um padrão de negativismo. Tem dificuldades em mudar alguns comportamentos, porque essa mudança trará angústia e ansiedade, vai de encontro a algumas de suas crenças, entre elas a crença de que não têm o direito de ser felizes realizando seus próprios desejos.

Crianças que cresceram em lares onde elas foram alvos recorrentes de crítica, chamam a atenção para si através de padrões de vitimização, masoquismo, hipocondria, dependências, fragilidade, etc. Ou tornam-se eles próprios críticos afiados, sempre projetando no outro os defeitos que sua baixa auto-estima não permite que ele enxergue.

Muitas dessas pessoas até sabem o que precisa ser feito para mudar e chegam a planejar e traçar metas e ações necessário, mas na hora de por em prática acabam repetindo os mesmos padrões, afinal de contas “nem vale a pena tentar, pois como não vou conseguir mesmo, assim pelo menos a frustração é menor”. Protegem-se do fracasso garantindo que não terão a vitória.

Às vezes a pessoa repete o comportamento que já conhece para ficar bem, mesmo sendo algo negativo. De forma errada aprendeu que era a atitude certa a ser tomada, e neste caso, a desculpa é a resposta pronta para evitar a mudança.
Quando uma pessoa age como se não fosse merecedora de algo melhor, pode permanecer no mesmo padrão de comportamento durante anos, ainda que custe muito sofrimento e dor.  A maioria das pessoas não percebe o que faz; prefere acreditar que a insatisfação é apenas fruto de algo externo.

imagem: internet

imagem: internet

“Há uma coisa engraçada sobre a vida: se se recusar a aceitar qualquer coisa que não seja a melhor, você muitas vezes a conseguirá. ” – W. Somerset Maugham

Ciclo da autossabotagem

O ciclo da autossabotagem inicia-se desde a nossa infância onde aprendemos a repetir padrões comportamentais e eles se tornam automáticos. Assim não percebemos que estamos agindo de uma determinada maneira e isso explica porquê não nos damos conta de que estamos nos autossabotando.

Destruímos nossa vida e não percebemos a nossa responsabilidade nisso tudo. Repetiremos então o mesmo comportamento mesmo que destrua a nossa felicidade. É como se tivéssemos dado um grande salto para cair no mesmo buraco.

“No Hades, ele [Sísifo] foi condenado, tendo de rolar, por toda a eternidade, uma pedra até o cume de uma montanha, que rolava novamente sobre ele”. Hamilton, E. (1940,1942). Mythology. Timeless tales of gods and heroes. A Mentor Book from New American Library. Nova York & Scarborough, Ontario.

A autossabotagem é uma das principais causas das pessoas passarem por problemas financeiros. Isso acontece porque grande parte das nossas decisões são tomadas em cima da emoção e não da razão, principalmente quando estamos sob pressão.

E como podemos detectar se estamos praticando auto sabotagem ou não?
Ao longo do caminho, fomos formando várias ideias sobre diversas áreas da vida: tempo, relacionamentos, dinheiro, oportunidades, capacidades, sucesso e fracasso.
Você trabalha duro e em determinado momento, seu cérebro entra em conflito e fica confuso sem saber por qual direção seguir. Por exemplo, muitas pessoas desejam ter mais dinheiro em suas vidas, entretanto, quando elas começam a ter algum, mais do que elas precisam, acabam por acreditar que ter dinheiro em excesso é algo negativo. O que acontece depois? Elas encontram uma maneira de acabar com tudo que construíram.

Perceba que este é um exemplo clássico de crenças conflitantes e que pode levar alguém a se autossabotar, antes mesmo de alcançar o seu objetivo.

Mas e como mudar isso ?

Reconhecer um comportamento repetitivo é o primeiro passo para você superar isso. Quando você reconhece que está num ciclo e que isso te faz sofrer você consegue ter forças para rompê-lo.

Cada um traz em si mesmo os meios necessários para o seu próprio melhoramento. Mas o principal é mudar de atitude.

Reflita sobre suas atitudes e sobre as cirscunstâncias repetitivas que te prejudicam. Faça-se perguntas para detectar culpas, medos, raivas ou fatos negativos ocorridos na sua infância que possam explicar essas crenças negativas sobre si mesmo.

Procure identificar crenças limitantes que possam estar te levando a se autossabotar. Crenças limitantes podem ser identificadas ao tentar completar frases como: “Eu não consigo fazer isso porquê …” ou “Não posso ter isso pois …”.

“Se você acha que pode, ou você acha que não pode, você está certo”. Henry Ford

Você deve derrotar essas falsas verdades (crenças limitadoras) para e colocar-se em uma atitude mais positiva em relação a vida.

Para reverter o processo é necessário imaginar o que sentiria ao alcançar o que deseja. Foque-se naquilo que quer alcançar e no que sentiria quando isso se tornar realidade. Depois, na posse desse sentimento, faça coisas que o aproximem dos seus sonhos.

Anthony Robins em seu livro “Poder sem limites” propõe em seu livro : “…comece fazendo uma grande cena brilhante do comportamento que quer mudar. Então, no canto inferior direito dessa imagem, sobreponha outra imagem pequena e escura, do jeito que você quer ser. Agora, pegue essa imagem pequena, e, em menos de um segundo, aumente o tamanho e brilho e literalmente, faça-a irromper através da cena do comportamento que não deseja mais. Enquanto faz esse processo, diga a palavra wóosh com todo entusiasmo e excitação que possa…Uma vez tendo construído mentalmente as imagens, o processo de substituição deve estar completo em menos tempo do que o necessário para dizer wóosh, e você estará então diante de uma imagem grande, bri-
lhante, nítida e colorida de como deseja ser. A velha imagem do que você era ficará em pedaços. A chave para implantar esse padrão reside na velocidade e na repetição freqüentes.”

Anthony dá outras dicas maravilhosas nesse livro, vale a pena a leitura.

Mudar nunca é fácil. A primeira batalha que você tem que ganhar está na sua própria cabeça. O seu cérebro tende a acreditar em tudo o que ouve ou que você verbaliza para si mesmo. Se você pode abolir o diálogo auto crítico da sua mente e substitui-lo por mensagens de incentivo, reconfortantes e que puxem por si, então você estará construindo um caminho para derrotar essas sabotagens e criar uma nova forma de olhar a vida.

“As coisas não mudam; nós mudamos. ” – Henry David Thoreau

Procure fazer afirmações positivas diariamente, várias vezes ao dia. Mas verbalize para si mesmo, ou seja, fale para si mesmo, repita diversas vezes essas afirmações para que seu cerébro possa substituir as crenças negativas por crenças positivas.

Em seu livro “O Poder da Ação”, Paulo Viera dá dicas para colocar estas afirmações em prática (esse não é um publipost), como escrever as suas frases afirmativas diversas vezes e repetir cada frase afirmativa no mínimo 5 vezes por dia, 5 vezes cada frase, em voz alta para si mesmo.

Se não conseguir sozinho busque um profissional que pode trabalhar com você os aspectos cognitivos que influenciam seus comportamentos e ações. Isso pode ser conseguido através de um psicólogo, através de psicoterapia cognitivo-comportamental. A base dessa terapia é que os sentimentos e os comportamentos são determinados pela maneira como estruturamos e interpretamos o mundo, como pensamos de acordo com nossas crenças. Analisando suas crenças podemos modificá-las e afetaremos o emocional. Isso pode nos ajudar a ter mais controle sobre nossos pensamentos, emoções e comportamentos.

Conclusão

Na grande maioria das vezes não conseguimos identificar a autossabotagem sozinhos, ou quando percebemos muitas vezes já sofremos durante anos sem saber que éramos os próprios causadores desse sofrimento. Esse comportamento negativo autossabotador nos impede de viver uma vida mais plena e mata a esperança e a oportunidade para a mudança.

A auto-sabotagem tem jeito mas é necessário que haja uma mudança verdadeira de comportamento. Você deve se perguntar : “Se eu continuar a seguir os mesmos padrões, quais são as chances de vir a alcançar as coisas que quero e tornar-me a pessoa que quero ser?”

“Insanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes”. Albert Eistein.

Comece novamente, reinicie sua vida, sabendo que deve eliminar as crenças que te limitam e te impedem de ter a vida que você sempre quis ter. Acredite que é possível sim, ser feliz, verdadeiramente. Substitua as suas crenças e comece a construir um futuro de sucesso, abandone o seu círculo de hábitos autosabotadores e você verá que sua vida ficará mais enriquecida e você terá novos padrões de ação.

“O homem é o que ele acredita. ” – Anton Tchecóv

Dicas de Leitura

Em O Ciclo da Auto-Sabotagem, de Stanley Rosner e Patricia Hermes, Rosner oferece uma análise esclarecedora sobre a compulsão por repetição – a tendência a reproduzir atitudes destrutivas.

Através de estudos de casos, eles descrevem o comportamento repetitivo decorrente da primeira infância, no casamento, na criação dos filhos, no trabalho e na forma como as pessoas tentam melhorar. Vícios e compulsão também são abordados.

Se você tem o hábito de se autossabotar recomendo fortemente a leitura.

Nos links abaixo você encontra os livros citados no post :

0 In Hábitos/ Organização

Como organizar sua lista de livros

cha-e-livros

Quem gosta de ler, e lê muito sabe da importância de se Organizar a sua lista de livros. Com o mundo virtual de hoje onde compramos muitas vezes mais e-books do que livros de papel então, se faz super necessário ter uma lista guardada com seus livros lidos para num futuro próximo poder consultar e mesmo reler alguns.

Mas porquê eu resolvi criar o post Como organizar sua lista de livros ?

O amor pela leitura e o processo de organizar-me melhor me fez criar o hábito de manter uma lista de livros que eu gostaria de ler um dia. Essa lista foi coletada através de indicações de amigos, visitas em blog, leitura de artigos, etc. Normalmente eu ouço falar sobre um livro e eu vou pesquisar sobre ele e acabo inserindo-o na minha lista. Também costumo pensar na minha fase de vida atual. Eu confesso que tenho uma tendência a gostar de livros de auto-ajuda :-). Sei lá porquê, mas eu gosto de sentir que o livro está de alguma forma me dando conhecimento, sabe.

Eu costumava ter uma nota no Evernote para guardar os livros e autores que gostaria de ler um dia, mas eu descobri o Skoob então agora ficou tudo muito mais fácil de consultar e até compartilhar com amigos e familiares, realizar trocas, etc.

O Skoob é uma rede social de leitores. Lá você tem seu perfil e todos os livros que leu, está lendo, deseja ler ou que foram abandonados. Os livros são exibidos pela capa, uma forma intuitiva e legal de ver a sua estante de livros. No Skoob você também pode escrever resenhas sobre os livros lidos, trocar livros com outros usuários, encontrar amigos e seguir outras pessoas para ver o que elas estão lendo, é bem interessante. Se quiser existem ainda desafios entre usuários, verdadeiras competições para ver quem lê mais em menos tempo.

Hoje eu vou falar um pouco como funciona o Skoob e de como você pode organizar seus livros de forma prática e eficaz.

Ao entrar no Skoob você deve criar um usuário e senha. Será criado para você um perfil. Você pode editar seu perfil colocando fotos, informações de contato, etc.

Após cadastrar seu perfil você pode começar a entrar com os livros que deseja colocar na sua estante. A estante vem como default na visão Todos. Então todos os livros de sua estante aparecerão de uma vez.

Para ver em cada visão, você deve clicar no menu a sua esquerda. Você pode escolher entre as diversas opções de visões.

Livros Lidos

Na opção de livros Lidos você adiciona seus livros já lidos. No meu perfil não coloquei todos os livros lidos na minha vida toda porque muitos já me desfiz e não me lembro mais … outros preciso pegar lá em cima no armário, ainda não fiz esse trabalho, mas pretendo fazer. Portanto coloquei aí apenas os mais recentes (últimos 3 meses).

lidos

Quero Ler

Na lista Quero ler você pode colocar todos os livros que estão no seu radar. Abaixo você pode ver a minha lista atual de livros para ler. Fica como dica alguns desses títulos, pois eu fiz essa lista em cima de algumas pesquisas e sem dúvidas muitas pessoas de sucesso leram muitos destes títulos, vale a pena dar uma investigada e adicionar na sua lista também !

tela_quero_ler

Lendo

Na opção Lendo, nem há o que dizer né ? Você coloca os livros que estiver lendo no momento, se houver mais de um. Não sei se você é como eu mas eu leio mais de um livro de cada vez… eu vou revezando os títulos, eu acho que consigo absorver melhor dessa forma. Eu confesso que tenho certa dificuldade de ficar muito tempo lendo alguma coisa, logo quero trocar, então é a forma que eu achei que conseguir ler um livro inteiro e não abandonar sempre na metade… até o final deste post eu já havia começado o terceiro livro….

estou_lendo

Procurar um livro

Para buscar por um título você precisa digitar o título ou outra informação sobre o livro que deseja pesquisar. Uma lista de ocorrências irá abrir para você selecionar o livro que procura. É só clicar no livro desejado e ele será trazido para a tela.

busca_titulos

Ao ser trazido para a tela, são exibidas informações sobre o livro, um pequeno resumo, observações de outros usuários, as notas de avaliação dos demais usuários que já leram o livro, etc. São mostradas também estatísticas de quantas pessoas leram, estão lendo, querem ler ou se existem resenhas sobre o livro.

detalhe_livro

detalhe_livro2

Você pode ver também informações sobre quem deseja trocar o exemplar do livro que você está consultando, informações sobre o autor, etc.

Mas Ana como eu faço para adicionar um livro na minha estante ? Simples !!!

Para adicionar um livro você deve clicar no botão “+” que se encontra abaixo da capa do livro.

add

Aí você define numa popup em qual visão colocará o livro.

add2

Amigos

Você pode montar uma rede de amigos e trocar livros, resenhas, etc. É só adicionar um outro usuário como amigo. O Skoob irá enviar um pedido de amizade para o e-mail cadastrado e a pessoa passa a ver a sua estante.

amigos

É muito legal não ? Que tal experimentar ? Me add lá como amiga e podemos trocar muita informação legal !

0 In Finanças/ Organização

7 Passos para um planejamento financeiro eficaz

planejamento-financeiro-eficaz

Fazer um planejamento financeiro eficaz é extremamente importante para qualquer pessoa principalmente na situação atual que passamos no nosso país. Saber lidar e controlar os gastos nesse momento é fundamental para passar por essa crise  sem tanto estresse.

O bom é saber que as crises sempre passam e que não será diferente conosco. Porém é necessário tomar algumas atitudes para minimizar os efeitos colaterais que podem aparecer se você não souber administrar bem seu dinheiro.

Mas o que significa planejamento financeiro ?

Planejar-se financeiramente significa viver alinhado aos seus objetivos e metas ligados ao dinheiro e seguir um plano de ação de acordo com a renda familiar e seu padrão de vida.
A disciplina é o mais importante quando se fala de planejamento financeiro eficaz.

Não adianta planejar e não colocar em prática. Viver um padrão de vida sustentável não é fácil e exige força de vontade e muita disciplina. Isso significa manter as despesas mensais abaixo das receitas e ser capaz de investir o dinheiro restante.

A educação financeira é um processo e é preciso começar a gastar menos do que se ganha. Isso precisa ser um hábito, não apenas uma escolha temporária.

O princípio básico da Educação Financeira é : ganhar, gastar menos do que se ganha, poupar ou investir o restante de forma a melhorar a sua qualidade de vida.

Mas como colocar em prática o planejamento financeiro ?

Primeiro de tudo deve-se ter em mente a grande máxima da educação financeira : Gaste menos do que ganha. A regra é simples : ou você gasta menos do que ganha ou será sempre um escravo do dinheiro.

Em segundo lugar, deve-se seguir 7 passos básicos para colocar esse planejamento financeiro em prática.

1.Defina seus objetivos

Definir metas para a sua vida e de sua família é primordial para iniciar um planejamento financeiro eficaz. Você precisa saber onde quer chegar para poder traçar o caminho que o levará a realização de seus sonhos. Isso quer dizer, estipular valores, estratégias e um prazo para conseguir acumulá-los.

Seus objetivos podem ser a curto, médio ou a longo prazo :

    • Curto prazo é tudo aquilo que se pode realizar em até 1 ano
    • Médio prazo é tudo aquilo que se pode realizar entre 1 e 5 anos
    • Longo prazo é tudo aquilo que você quer ter/realizar após 5 anos

Lembre-se de sempre questionar-se de um gasto. Pergunte-se sempre : “Eu preciso disso agora ? Se eu comprar e me endividar o quanto estarei me afastando do objetivo de realizar aquele grande sonho ?”
Coloque suas metas e objetivos em uma ferramenta ou deixe a vista sempre que precisar consultar. Eu para variar uso o Evernote e utilizo o método GTD de organização pessoal.

As mulheres precisam assumir o controle das próprias finanças, em vez de cruzar os dedos esperando que alguém cuide de nosso futuro financeiro, Robert T.Kiyosaki no livro Pai Rico, pai pobre.

2.Organize suas contas pessoais

Como controlar as finanças sem saber o quanto se gasta ?

planejamento-financeiro-eficaz

imagem: freeimages.com

Organizar suas contas pessoais é o primeiro passo para quem quer começar a fazer seu controle financeiro.
Comece registrando receitas e despesas. Coloque no papel a sua real situação. É fundamental manter uma planilha  ou mesmo anotações em um caderno, um controle financeiro online ou qualquer outra forma de controle. Esse controle deverá ser consultado a cada tomada de decisão. E não se esqueça : faça uma análise frequente deste orçamento ao lado da família.

As contas de recebimento (receitas)  :

a.Salário
b.Prolabore
c.Pagamentos por serviços prestados
d.Rendimentos de investimentos
e.Venda de Bens e ativos

Para as despesas podemos ter :

a.Alimentação (supermercado, lanche escolar, cafezinho, etc.)
b.Transporte (gasolina, ônibus, seguro do carro, etc.)
c.Moradia (aluguel ou financiamento e condomínios, reformas, etc.)
d.Educação (escolas e cursos)
e.Saúde (médicos, medicamentos, academia,etc.)
f.Lazer (passeios de final de semana e viagens)

As despesas podem ser divididas ainda em despesas fixas, despesas variáveis e gastos arbitrários. Despesas fixas são aquelas cujo valor não muda, como mensalidades escolares por exemplo.
As despesas variáveis, como conta do celular por exemplo, podem sofrer variação de um mês para outro.
Os gastos arbitrários são aqueles não planejados. Os chamados supérfulos, quando podemos passar sem eles e os mesmos não fazem parte do orçamento mensal da família.
De posse de todas essas informações você pode começar a colocar numa planilha. Baixe grátis sua planilha aqui pelo blog.

Perceba que o total das despesas não pode ultrapassar o total de receitas ou você terá um problema.

3.Controle sua movimentação financeira e saldo

Para controlar as contas é necessário que você registre, diariamente, todas as suas entradas e saídas especificando a qual grupo elas pertencem. Para efetuar esse controle você deve :

a.Anotar tudo que entrou e saiu diariamente na sua planilha ou caderno
b.Faça lançamentos das saídas mensais fixas e variáveis semanalmente
c.Fique de olho no seu extrato bancário, o seu controle pessoal deve estar alinhado com o seu saldo bancário.

Procure consultar o seu saldo bancário senão diariamente, ao menos uma vez por semana. É importante estar alinhado ao seu banco pois sempre há taxas e outras cobranças que podem não ter sido previstas.

4.Crie metas para seus gastos

Coloque metas para os seus gastos mensais. Colocando metas fica mais difícil sair da linha. Essas metas seriam percentuais de gastos em cada área da sua vida.

Sugestão de algumas metas:

a. Tenha 12 meses de salário bruto investido em uma renda fixa, isso irá te garantir se um impreviso como desemprego por exemplo, ocorrer.
b. Aplicar a ténica 50, 20, 30 :

  • 50% da sua renda deve ser para as despesas
  • 20% para seu consumo (laser, roupas, etc.)
  • 30% deve ser investido para o seu futuro/fundo de emergência

Quando surgirem os obstáculos, mude a sua direção para alcançar a sua meta, mas não a decisão de chegar lá

5.Crie um plano de Ação

Para realizar seus objetivos a curto, médio e longo prazo, é necessário criar um plano de ação. Só ficar no planejamento mas não partir para a ação não dá né ?
Esse plano de ação pode ser para realizar aquela viagem dos sonhos ou mesmo a compra de um ativo. Ativo é tudo aquilo que irá trazer renda para você. Um apartamento onde você possa alugar para terceiros por exemplo.
O importante é não se endividar quando quiser adquirir algo e sim fazer o dinheiro trabalhar para que você possa realizar isso. Lembre-se que crédito é dinheiro dos outros e o preço pago por isso é exorbitante. Assim, só use empréstimos quando for extremamente necessário.

Mais como se programar para realizar um sonho ? Aumentando sua renda, seus ativos ou diminuindo despesas !

Dizemos que há um ativo quando você produz renda extra. Para produzir renda extra você precisa pensar numa venda ou prestação de serviços que possa fazer com que você tenha uma outra forma de rendimento.

Um bom plano deve deixar claro tudo que deve ser feito, como e quando, valor e o porquê da realização de cada ação.
A planilha abaixo dá uma idéia rápida do que estou querendo dizer :

planejamento-financeiro

6.Controle Mensal, semanal e diário

Guarde todos os comprovantes de compras que você fizer. Depois passe tudo para a sua planilha. Todas as vezes que uma nova despesa aparecer, a planilha de controle financeiro deverá ser atualizada.
Será preciso ter disciplina e atenção em relação aos seus gastos. Diariamente, todos os seus gastos deverão ser anotados. Ande com um caderno ou anote tudo no aplicativo de seu celular. O importante é anotar exatamente tudo, assim você em 3 meses terá uma média de gastos e poderá identificar situações onde você pode economizar.
Fique de olho nos seus cartões e bancos : Não deixe de olhar seu extrato bancário com regularidade e só utilize o cartão de crédito se realmente for necessário, prefira comprar sempre à vista.
Semanalmente faça uma análise dos seus gastos até o momento, de gastos futuros (parcelas do cartão por exemplo) e de quando você irá receber seu salário. Assim você não corre o risco de chegar no final do mês no vermelho sem ter idéia de como chegou nesse ponto.
Você pode fazer esse controle através de um planner, baixe gratuitamente se cadastrando no blog.

 

7.Aprenda a investir

O ensinamento mais básico de quem quer ter sucesso no planejamento financeiro, além de gastar menos do que se ganha, é investir o que sobrar para conseguir acumular um valor que pode lhe ser útil no futuro ou mesmo que possa se transformar numa renda passiva a longo prazo (renda passiva é aquela oriunda dos seus investimentos).
Fica muito difícil poupar dinheiro quando você já gastou tudo ou ainda tem compromissos financeiros. Por isso , assim que receber seu salário, separe uma parte para sua reserva de emergência e outra para investimentos.
Defina um valor fixo a ser poupado. O ideal seria separar 30% para investir porém você pode começar com 10% e ir crescendo esse número conforme for se equilibrando financeiramente. O importante é criar o hábito de investir mensalmente !

planejamento-financeiro-eficaz

Escolha investimentos adequados ao seu perfil. Como opções para investir seu dinheiro podemos encontrar :

– Ações
– Renda Fixa
– Previdência Privada
– Poupança
– Outros

A cada 6 meses faça uma reavaliação da situação financeira da família e traçe novos planos de ação. Verifique o crescimento do fundo de emergência e se já é possível diversificar os seus investimentos.

Assuma a responsabilidade por suas finanças ou se acostume a receber ordens pelo resto da vida. Ou você é o dono do dinheiro ou escravo dele. A escolha é sua,Robert T. Kiyosaki no livro Pai Rico, Pai Pobre.

Seja persistente. Faça, ainda que você falhe, recomece quantas vezes forem necessárias mas não desista.

Conclusão

O controle e o planejamento financeiro são essenciais para qualquer pessoa que deseje mais qualidade de vida e independência financeira. É sempre tempo de se preparar para o futuro, independente se temos uma crise ou não é preciso viver com controle.

É preciso tomar as rédeas da sua vida e planejar qual futuro você deseja ter.

Nunca é tarde para começar, digo isso por experiência própria :-).

Breve estarei postando mais artigos interessantes sobre essa minha jornada rumo a independência financeira.

Que tal fazer como eu e começar agora mesmo seu planejamento financeiro ?

Sugestões interessantes de livros sobre Educação Financeira :

0 In Produtividade

Como vencer a proscrastinação de uma vez por todas

procrastinacao

Você costuma deixar as coisas sempre para depois e quando percebe esqueceu de uma tarefa importante ?

Você costuma transformar coisas importantes em urgentes ?

Você tem a sensação de que não consegue produzir ainda que viva sempre ocupado?

”You may delay, but time will not.” Benjamin Franklin

O ato de estar sempre adiando tarefas se chama Procrastinação.

A procrastinação é frequentemente definida como um comportamento que implica o atraso no início ou término das tarefas (Ferrari, Harriot, Evans, Lecik-Michna & Wenger, 1997; Ferrari, Johnson & McCown, 1995) ou tomada de decisão (Dewitte & Lens, 2000), quer o prazo para o término tenha sido estabelecido pela própria pessoa quer tenha sido estabelecido por terceiros/as (Harris & Sutton, 1983).

Considera-se que a procrastinação é um problema bastante frequente (Ferrari, Johnson & McCown, 1995). Cerca de 20% das pessoas adultas relatam comportamentos procrastinatórios em tarefas rotineiras como pagar contas, pagar impostos, marcar exames médicos (Schouwenburg, 2004). Para cerca de 25% das pessoas adultas não estudantes, a procrastinação parece ser um problema significativo. fonte: Procrastinação, auto-regulação e género,  Marta Daniela Silva Costa.

Mas se procrastinar é tão ruim, porque então muitas vezes o fazemos ? Porque a mente humana adia coisas que podem ser muito importantes ?

Em 2007 foi publicado um estudo pelo Dr Piers Steel, professor de comportamento organizacional da Universidade de Calgary chamado The nature of procrastination: A meta-analytic and theoretical review of quintessential self-regulatory failure, nesse estudo podemos observar alguns pontos associadas a procrastinação :

  1. Tarefas chatas :

Nós deixamos para depois as tarefas que menos gostamos de fazer, chatas ou pouco importantes. Como exemplo temos o Imposto de renda. Não procrastinamos tarefas que nos dão prazer pois elas nos dão gratificação instantânea. Aí que entra a Dopamina, pois essa “injeção de prazer” é uma pequena dose de dopamine que percorre o cérebro – uma recompensa química prazerosa. Cada vez que acontece algo prazeroso, você recebe uma dose de dopamina que modifica os neurônios de seu cérebro, aumentando a probabilidade de repetir esse comportamento. Por isso é natural que nosso cérebro busque primeiro o que gostamos e nos dá prazer e deixe para depois aquilo que tem o efeito negativo e contrário.

  1. Personalidade de Procrastinador :

Algumas pessoas tendem a procrastinar mais que outras. Existe uma questão genética associada a procrastinação. Publicado em 2014, o estudoGenetic Relations Among Procrastination, Impulsivity, and Goal-Management Ability Implications for the Evolutionary Origin of Procrastination provou que o ato de procrastinar está em nosso DNA e foi aprimorada por milhões de anos. O componente genético da procrastinação explica por que algumas pessoas têm uma personalidade mais procrastinadora do que outras.

  1. Perfeccionismo ou Impulsividade ?

Um dos motivos pelo quais as pessoas dizem procrastinar é o receio , mesmo que inconsciente, de que não conseguirá realizar a tarefa de forma satisfatória ou que vai se difícil de cumprir. Como exemplo podemos pensar numa pessoa que quer empreeender , mas tem medo de abrir a empresa e não dar certo. Para se proteger, a pessoa acaba não se arriscando em tarefas desse tipo. Porém o mesmo gene que regula a procrastinação, segundo o estudo Genetic Relations Among Procrastination, Impulsivity, and Goal-Management Ability Implications for the Evolutionary Origin of Procrastination , também regula a impulsividade. Os estudos citados mostram que a procrastinação não tem a ver com perfeccionismo e sim com impulsividade. Geneticamente tendemos a fugir das situações estressantes e agir com impulsividade nas urgências.

Pessoas que agem por impulsão tendem a se distrair mais facilmente e desviar a sua atenção de tarefas, adiando muitas vezes as tarefas de longo prazo.

  1. Depressão e Transtorno de Ansiedade

A procrastinação em excesso pode não ser somente uma característica, mas sim um sintoma e em alguns casos, está ligada a depressão.

Uma das características do procrastinador crônico é realizar várias coisas ao mesmo tempo, para fugir daquilo que realmente deve ser feito. Esse ciclo de comportamente pode prejudicar a vida profissional e pessoal e comprometer a autoestima. A pessoa passa a acreditar que não é capaz e essa sensação pode levar a depressão.

“Estamos dispostos a exercer qualquer tarefa vil desde que ela nos permita fugir de algo pior”. Piers Steel, psicólogo da Universidade de Calgary

O procrastinador crônico também está sujeito a desenvolver transtorno de ansiedade.

A repetição de sentimentos negativos, como ansiedade, estresse e angústia, gerados entre quem vive adiando obrigações, predispõe alterações químicas no cérebro.

Faz parte do comportamento humano dar preferência ao que lhe dá prazer imediato, tirando  da frente aquilo que é chato, difícil, complicado.

“A maioria de nós começa o dia procrastinando, ao apertar aquele botão do despertador que permite ficarmos na cama por mais cinco minutinhos.” ~ Joseph Ferrari

O ideal, contudo, é ter capacidade e disciplina para abrir mão de um prazer imediato em prol de um benefício no futuro. E um procrastinador tem dificuldade de equalizar esse processo –mesmo que seja para seu próprio bem. Pessoas passivas ou impulsivas tentem a agir dessa forma.

A capacidade de controlar os impulsos naturais também está relacionada à serotonina, um neurotransmissor produzido pelo cérebro. Pessoas com alteração nessa atividade cerebral estão mais propensas à ansiedade e depressão e, portanto, mais vulneráveis à procrastinação.

produtividade

imagem: internet

Mas então como podemos vencer a Procrastinação ?

Agumas atitudes podem nos ajudar a diminuir a tendência a procrastinação, ainda que tenha um fator genético incluído ou seja resultado de uma doença como a depressão por exemplo, abaixo alguns passos para começar a vencer a procrastinação :

  1. Identificar o padrão de repetição desse comportamento;
  2. Fazer as coisas chatas logo ao iniciar o dia, deixar as mais prazerosas e fáceis para o final;
  3. Verificar se não está procrastinando porque precisa desenvolver alguma competência para executar a tarefa, se for o caso, corra atrás de treinamento !
  4. Tenha metas diárias, ao cumprir a meta estabelecida para o dia você consegue se sentir melhor.
  5. Priorize atividades. Pare e reflita quais atividades são importantes e quais são urgentes, quais podem ser delegadas.
  6. Se uma ação pode ser feita em menos de 2 minutos (Olha o GTD aí), faça agora. Desligue celular, feche o e-mail e concentre-se em terminar a tarefa.
  7. Que tal se premiar a cada meta atingida ? Estimule uma forma de gameificação para si mesmo e presentei-se a cada meta atingida !
  8. Não busque a perfeição a todo momento, lembre-se “Feito é melhor que perfeito”.
  9. Um método que pode ajudar é o método Pomodoro. O método Pomodoro sugere que faça 25 minutos de engajamento deliberado. Inventada por Francesco Cirillo, consiste em 3 passos simples :

– Coloque um contador para 25 minutos

– Durante os 25 minutos se comprometa em realizar a tarefa

– Passados 25 minutos, faça uma pausa de 5 minutos

10. Se a procrastinação estiver te incomodando muito ou se achar que está um pouco fora de controle, busque ajuda profissional.

Como sugestão de leitura indico o livro do filósofo de Standford John Perry A Arte da Procrastinação.

 

2 In Ferramentas/ Organização

Evernote para mães

Evernote para mães

Você  é mãe, esposa, empreendedora ou funcionária de uma empresa, em período integral ou não ?

Muitas vezes se organizar numa rotina complicada e com tantas tarefas te deixa estressada ?

Você costuma esquecer documentos, consultas médicas e datas de vacinação de seus filhos ? Trabalhos escolares ou mesmo datas de prova e trabalhos ?

Então esse post é para você !

Você deve estar se perguntando : “Mas uma ferramenta digital pode me ajudar, mesmo eu sendo mãe em horário integral ? ”  A resposta é SIM !

Você pode se organizar e organizar a rotina dos seus filhos utilizando uma ferramenta chamada Evernote.

O  Evernote  é um aplicativo para celular, tablet ou PC de captura de idéias e referências. Nele você pode guardar praticamente tudo. Com buscas poderosas como a funcionalidade de buscar um texto numa imagem, é uma das ferramentas mais adaptáveis a qualquer metodologia de organização pessoal.

Mas como o Evernote pode te ajudar com o dia a dia de mãe ?

Pensa num aplicativo que faz a função de extensão da sua memória. Um local onde se pode guardar tudo, online, podendo ser consultado em qualquer momento, em qualquer lugar, para que a sua cabeça fique livre para que você possa fazer suas atividades tranquila, sabendo que tudo está guardado e que você será lembrada no momento certo quando deverá ter contato com essa informação novamente.

Bem, chega de falar das maravilhas que o Evernote pode fazer por nós e vamos para a prática.

Eu dividi os tópicos por utilidade. Essa é a forma como eu me organizo, mas você pode adaptar para a sua rotina. Caso você seja um iniciante no Evernote sugiro ler o post Conhecendo o Evernote onde dou uma noção básica do que é a ferramenta, mas se tiver interesse em se aprofundar, vale a pena dar uma olhada no livro do Vladimir Campos, especialista em Evernote : Organizando a vida com o Evernote.

Guardar fotos importantes

Você pode criar um caderno ou etiqueta com o nome “Fotos” e ir colocando todas as fotos que estão no seu PC e mesmo no celular compartilhando a imagem para o aplicativo do Evernote. A Vantagem é que no Evernote você não tem limite de armazenamento como outros serviços de armazenamento como Dropbox ou Google Drive. E você pode ver um preview da foto a direita da nota, isso facilita bastante quando estiver procurando uma foto em especial. Você pode inclusive escrever alguma coisa na nota, algo que queira para marcar o momento ou dar referência do dia, hora e local onde a foto foi tirada.

Depositar documentos e recibos

Eu utilizo muito essa funcionalidade. Hoje em dia apenas os documentos pessoais e documentos que não podem ficar só digitalizados é que são armazenados em pastas físicas. Isso me ajudou muito por conta do espaço que tenho para armazenar as coisas em minha casa. Hoje eu simplesmente digitalizo tudo, de notas fiscais até recibos de consultas. E digitalizo pelo celular mesmo, nem é necessário ter um scanner. O Evernote tem a opção de se criar uma nota do tipo “câmera”, que abre a câmera do seu celular e após tirar a foto ainda tem uma funcionalidade que coloca a foto de forma legível, basta colocar em um fundo contrastante. É super útil digitalizar as carteiras dos planos de saúde das crianças por exemplo, e colocar no Evernote com uma etiqueta para cada um. Assim se for pego desprevenida na rua e precisar da carteirinha só olhar no Evernote. Isso já me quebrou muitos galhos quando eu esquecia uma carteirinha em casa, foi só passar o número para a atendente e o atendimento era liberado.

tela_organizacao_por_filho

Controlar consultas médicas e medicamentos/exames prescritos

Eu controlo as consultas médicas das crianças da seguinte forma: Ao marcar a consulta eu crio uma nota com data e hora, um lembrete. Isso é opcional se você já usa um aplicativo de agenda interligado ao Evernote como o Google Calendar e o Sunrise Calendar, por exemplo. Se for o seu caso apenas crie a nota com o título : “Consulta do XXXXXXX com o Pediatra no dia XX/XX/XXXX”.
Você pode colocar nessa nota tudo que foi dito pela pediatra como orientações, etc. Pode digitalizar a receita com medicamentos para se lembrar qual o tratamento dado e até anexar o recibo da consulta digitalizado. Outra coisa muito útil é deixar agendado um lembrete para as próximas consultas e aproveitar o espaço da nota para escrever alguma referência para a próxima consulta, como resultado de um exame solicitado, por exemplo. Crie uma nota com um checklist de todos os exames a serem feitos e crie lembretes com as datas. Caso um exame necessite de uma preparação específica você pode escrever na nota assim consegue se programar. Você também pode enviar os laudos em PDF para o Evernote ou digitalizar os laudos de todos os exames e guardar no Evernote mantendo um histórico anual. Isso é bem interessante porque você pode montar um histórico da sua saúde ou de seus filhos, tudo num só lugar, rápido e prático. Os medicamentos prescritos podem ser colocados numa tabela, com horário e dosagem e para cada medicamento pode ser criado um lembrete para que um remédio nunca mais seja esquecido.

tela_nota_consulta

tela_etiquetas_consultas

Controlar as vacinas das crianças

Outra funcionalidade que eu acho mega interessante é digitalizar a carteira de vacinação das crianças. Assim se precisar consultar fica mais fácil. É super útil também colocar lembretes para as vacinas que forem vencendo, assim você será avisado com antecedência quando uma vacina estiver próxima de vencer e reduzir o risco de atrasar alguma dose. Você também pode colocar lembretes para as vacinas sazonais como a gripe por exemplo, que deve ser tomada todo ano, assim você se antecipa e não enfrenta as filas quilométricas nas clínicas de vacinação.

Nota_Dados_recentes

Guardar sua lista de compras mensais / semanais

Eu costumo colocar minha lista de compras de supermercado e hortifruti no Evernote. Fica fácil para alterar e compartilhar a nota com o meu marido (ele também usa o Evernote). Colocando em forma de checklist você pode inclusive ir marcando dentro do mercado os itens que já estão no carrinho.

tela_Lista_compras

Armazenar contas a serem pagas

Suas contas a pagar e comprovantes de contas pagas também podem ficar no Evernote. Para quê acumular um monte de papéis numa era digital ? Precisamos aprender a usar a tecnologia a nosso favor. Digitalizar as contas e colocar lembretes, além de permitir que uma conta nunca mais seja esquecida, facilita o pagamento, pois mesmo sem a conta em mãos você pode usar a conta digitalizada para pagar via celular mesmo onde você estiver. Guardar as contas pagas te livra de ter que ter pastas e mais pastas com os comprovantes das contas.Lembre-se : se precisar você pode tirar uma segunda via pela internet, então para quê guardar tanto papel ????

tela_escolar

Acompanhar a vida escolar de seus filhos

Eu acompanho a vida escolar dos meus filhos pelo Evernote. Eu criei uma etiqueta para cada um deles e uso um caderno que chamo de “Referência Geral” (eu utilizo um método de organização chamado GTD). Nesse caderno de Referência está a minha vida inteira ! 🙂
Com as etiquetas definidas, é só procurar pelo nome de cada filho e ver a nota que se trata. Você pode utilizar filtros que o Evernote tem para encontrar qualquer coisa, pode combinar palavras e etiquetas.
Mas o que guardar ? Circulares, boletins, trabalhos, rascunhos de trabalhos, calendário de rotina escolar, boletos de pagamento, lembretes de compra de material extra, etc.
Você pode até compartilhar com seus filhos as notas de trabalhos por exemplo. Eu estou ensinando meu filho do meio a utilizar o Evernote. E compartilho notas com ele sempre que necessário. É um meio rápido de comunicação entre você e seu filho (se você trabalha fora como eu) e bem prático também.

A lista de compras do material escolar pode ser guardada no evernote também. Ao efetuar a matrícula, eu costumo digitalizar os contratos e listas de material das crianças, colocando lembretes para o dia de entrega. Isso facilita muito porque quando estou na rua realizando as compras não preciso carregar um papel. Vou olhando o arquivo digitalizado no celular mesmo. Se tiver tempo você pode também passar tudo para uma checklist e ir marcando como concluído cada item da lista é super pratico e eficiente.

Você pode inclusive deixar um lembrete para providenciar documentos e um lembrete com a data do dia de fazer a matrícula, pode digitalizar inclusive o contrato assinado e outros documentos que achar interessante guardar.

tela_checklist

Armazenar checklists de tarefas com lembretes

Você pode colocar simplesmente qualquer tipo de checklist no Evernote. Checklist de limpeza da casa, rotina diária das crianças, etc. O legal dos checklists no Evernote é que você pode marcar cada tarefa como concluída. O Evernote tem um objeto gráfico (checkbox) que indica que o texto é uma tarefa de um checklist e você marcar/desmarcar a tarefa e quando quiser visualizar o que ainda não foi feito, filtrar através do comando de pesquisa : todo:false. Esse comando procura todas as notas cujo o marcador está desmarcado.

Ter um local central para capturar tudo que vem a sua cabeça

Lembrou-se de algo para semana que vem ? Um item a comprar, um material escolar que deve ser comprado, uma telefonema para dar ? É só abrir uma nota pelo celular mesmo, capturar tudo que vier a cabeça e colocar lembretes (se você não tiver uma rotina de processamento diário) para depois retornar aquela nota.

 

Existem inúmeras aplicações para o Evernote, te mostrei apenas algumas delas.

Você pode ser uma mãe moderna “sem fio” e aproveitar todo o benefício que a tecnologia pode te dar. Não digo isso por ser uma profissional de TI. O Evernote é muito intuitivo, qualquer pessoa consegue utilizá-lo, basta querer perder um tempo na adaptação e criar o hábito de não viver mais sem ele.

Então o que acha de experimentar ? Posso garantir que você não vai se arrepender !

2 In Organização/ Produtividade

Kanban Pessoal : como visualizar suas tarefas e ser mais produtivo

kanban

Produtividade é um assunto eternamente discutido. Diversos são os métodos criados para aumentá-la e para auxiliar na gestão do nosso tempo. Seja em projetos profissionais, seja na vida pessoal. Na constante busca por produtividade e agilidade encontramos o que chamamos de métodos ágeis. Os métodos ágeis nasceram primeiramente para auxiliar no desenvolvimento de software, mas hoje podem ser aplicados a qualquer tipo de projeto, inclusive pessoais.

Os métodos ágeis tem como objetivo entregar um produto em menor tempo e com alta qualidade. Como ? Com entregas pequenas e frequentes. É uma filosofia de trabalho que visa uma maior interação da equipe, auto-organização, comunicação frequente, foco no cliente e a entrega de valor.

Mas o que métodos ágeis tem haver com o Kanban? Bem, dentro dessa filosofia de maior produtividade em menor tempo e com mais qualidade, temos o método Kanban.

O método Kanban é um método ágil de gerenciamento de projetos criado por Taiichi Ohno (engenheiro da Toyota) quando ao visitar um supermercado local na América percebeu que as prateleiras estavam abastecidas e que ao invés do mercado estocar grandes quantidades de produtos, eles possuiam apenas a quantidade normalmente vendida. O que fez ele ter uma sacada que mais tarde ele levou para sua fábrica : apenas produzir o que o mercado procura. Ele passou a produzir carros sob demanda, pequenas entregas, porém constantes. Para auxiliar nesse trabalho ele passou a utilizar um quadro de tarefas que mostrava o fluxo de trabalho de seus funcionários, assim ele poderia saber quais tarefas já estavam concluídas e quais ainda necessitavam ser feitas.

Com o método Kanban as tarefas passaram a ser executadas mais rapidamente e não necessitavam de tantos gerentes para controlar a produtividade da equipe, apenas olhando-se o quadro podia-se ter noção de como andava o trabalho.

Kanban é um termo de origem Japonese e significa literalmente “cartão” ou “sinalização”. Este é um conceito relacionado com a utilização de cartões (post-it e outros) para indicar o andamento dos fluxos de produção em empresas de fabricação em série.

O método Kanban Pessoal se inspirou no método Kanban criado por Ohno. É uma versão mais simples do Kanban tradicional, que podemos utilizar no nosso dia a dia para organizar nossas tarefas. Foi adaptado em 2011 por Jim Benson e Tonianne DeMaria Barry.

O Kanban Pessoal possui apenas duas regras : visualize seu trabalho e limite o trabalho em andamento.

Visualize seu trabalho

O Kanban Pessoal propõe que devemos estar constantemente visualizando nossas tarefas, dividas em 3 fases :

  • Tarefas Pendentes
  • Tarefas em andamento
  • Tarefas concluídas

Colocar as tarefas desta forma nos ajuda a ter uma visão geral do nosso sistema, isso além de nos organizar melhor, deixa a nossa mente mais livre, com menos coisas a serem pensadas. Pensando em menos
pendências podemos nos concentrar melhor nas tarefas em andamento, consequentemente conseguimos ter mais foco e mais produtividade.

Visualizar as tarefas em andamento nos dá uma noção de como anda o fluxo de trabalho, prevenindo futuramente uma sobrecarga de tarefas ou deixar de realizar algo importante por falta de planejamento adequado.

Visualizar as tarefas concluídas é um importante motivador ! Nos dá um sentimento de tranquilidade e alegria de ver que tudo está fluindo como planejamos, não tem nada melhor né ?

kanban

imagem: wikipédia

Limite o trabalho em andamento

Limitar o trabalho em andamento significa não pegar mais tarefas do que se pode lidar em um determinado momento. É importante ter foco nas entregas, nas prioridades e colocar numa fila o restante. Não dá para fazer tudo ao mesmo tempo. Quando fazemos tudo ao mesmo tempo corremos o risco de não fazer da forma correta. Selecione um número ótimo de tarefas para estarem em andamento. Você precisa analisar com quantas tarefas consegue se engajar e ainda ser produtivo. No livro Personal Kanban: Mapping Work | Navigating Life , Berson e Barry sugerem engajar-se em apenas 3 tarefas por ciclo.

Afinal, como colocar em prática o Kanban ?

Para colocar em prática, devemos criar um quadro, dividido em três colunas : ToDo, Doing e Done. Em Português : “A Fazer”, “Fazendo” e “Feito”.

Você pode criar o seu kanban num quadro branco e utilizar post-its coloridos para as tarefas.

kanban

imagem: ludihonorato.com

Comece escrevendo as tarefas pendentes em post-its e posicionando no quadro na coluna “A Fazer”. O mesmo para que o está em andamento na coluna “Fazendo”. Coloque tudo que vier a sua mente e que esteja despertando a sua atenção no momento. Todas as tarefas, desde telefonemas até projetos grandes como viagens de férias. As subtarefas também devem ser colocadas, não esqueça nada.

Se fôssemos utilizar o GTD com o Kanban eu diria que na coluna a Fazer seriam os seus projetos e na coluna em andamento as suas próximas ações. Procure limitar aqui a coluna “Fazendo” a 3 tarefas. O restante pode ser colocado na coluna “A Fazer”.

Utilize post-its de cores diferentes para contextos diferentes ou para representar prioridades diferentes. Se formos novamente pelo GTD (ele não sai da minha cabeça), temos próximas ações que acontecem em contextos específicos, como por exemplo, @telefone quando for uma ligação, ou @casa quando a tarefa se puder ser feita em casa. Se colocar cores por contexto você olhando rapidamente consegue ter uma noção da organização do seu dia por contextos, fica bem interessante.

kanban

imagem: leankit.com

Em seguida, analise a real necessidade de fazer todas essas tarefas. Busque limitar a quantidade de tarefas que ainda devem ser feitas. Isso facilitará a tomada de decisões daqui para frente e consequentemente otimizará o seu fluxo de trabalho.

Seria ideal determinar 3 tarefas a serem finalizadas até o final do dia e colocar na coluna “Fazendo” e mais 3 tarefas que podem ou não serem concluídas na coluna “A Fazer”.

Adaptando o Kanban Pessoal a sua realidade

Você pode adaptar o Kanban como achar melhor, você pode modificar como achar mais funcional para a sua vida. Uma modificação interessante é inserir uma coluna chamada “Hoje” . Assim você pode colocar nela tarefas que necessitam ser finalizadas hoje.

Você também pode criar uma coluna “Aguardando Resposta” quando tiver projetos que foram delegados ou quando suas próximas ações dependerem de terceiros.

Ferramentas

Você não precisa de um quadro branco físico para implementar o Kanban se você gostar de tecnologia. Existe meios digitais que podem ser utilizados para este fim.

Alguns aplicativos permitem a utilização de Kanban pessoal como Trello, KanbamFlow, Meister Task. Algumas delas como o Trello e o Meister Task permitem que você coloque informações de suporte sobre as tarefas como imagens, links, arquivos e permitem ainda criar checklists dentro de cada “cartão”, vale a pena dar uma olhada.

Eu utilizo o Meister Task para meus projetos, mas já usei o Trello também. O Meister Task visualmente me agrada mais porém os dois são bem parecidos.

kanban

Exemplo de kanban feito no Trello para lista de livros para ler

Existem também integrações entre vários aplicativos, como o Todoist e o Trello por exemplo. Você pode inserir uma nova tarefa via Todoist ou no Evernote e a tarefa aparece no projeto no Trello, via IFTTT mas isso é assunto para outro post !

O Kanban é um excelente método de gerenciamento de projetos, vale a pena começar a utilizá-lo. Você verá que ficará mais fácil visualizar suas tarefas e projetos e se tornará mais fácil controlar a execução e o planejamento das mesmas.

Comece hoje mesmo ! Depois dá uma passadinha aqui para me contar ! Vou adorar saber como vc se organiza !

Para mais informações sobre o Kanban, aconselho a leitura do livro Personal Kanban: Mapping Work | Navigating Life de Jim Benson and Tonianne DeMaria Barry, mas ainda não achei uma versão em Português.

0 In Produtividade

Como lidar com as interrupções

interrupcoes

Uma das coisas que costuma atrapalhar muito o nosso dia a dia são as interrupções. Digo isso com propriedade, já que sendo mãe de 2 adolescentes e uma criança de 5 anos isso acontece muito comigo.

Muitas vezes nos planejamos para finalizar tarefas ou para tirar uma noite para estudar e acabamos procrastinando tarefas pois ao sermos interrompidos paramos um raciocínio ou no meu caso, acabamos ficando estressados e desistimos e abandonamos a tarefa deixando para o dia seguinte. E nessa de sempre deixar para o dia seguinte vamos adiando tarefas e decisões e ficando frustrados vendo que nosso planejamento não está funcionando.

Mas como lidar com as interrupções afinal ?

Lidando com as interrupções do dia a dia

Podemos lidar com diversos tipos de interrupções no nosso dia a dia. Interrupções em casa ou mesmo no trabalho. Seja um filho querendo atenção ou mesmo um colega de trabalho que interrompe um raciocínio para pedir algo ou conversar. Ou mesmo as interrupções que nós mesmos causamos quando paramos para olhar o whatsapp ou responder a um recado em rede social.

Interrupções no lar

É preciso que seja analisada a natureza da interrupção. Se seu filho está te pedindo atenção e você já teve seu tempo só para ele (quero muito escrever sobre o tempo que passamos com nossos filhos pois é preciso que nos planejemos para estar com eles com qualidade) analise a natureza do pedido. Se um dos cônjuges estiver em casa e outro estiver executando tarefas sejam elas tarefas do lar ou profissionais (estudo, home office, etc.) é necessário que o outro cônjuge dê um apoio atendendo ao pedido da criança. É preciso que fique bem claro que não estou dizendo que a interrupção de seus filhos não deva receber a atenção devida, mas sabemos que muitas vezes apesar de darmos tempo de qualidade e de termos feito toda a nossa rotina diária de mãe (ou de pai) eles continuam interrompendo o tempo todo. Nesses casos, converse com seu filho, explique que há um tempo somente para ele e que aquele momento é seu e que você precisa daquele tempo. Explique os motivos. Por mais pequena que a criança seja, ela vai entendendo com o tempo que todos nós precisamos organizar o tempo que temos.

Uma coisa que funcionava bem pra mim quando eu fazia homeoffice é fechar a porta do quarto e colocar uma plaquinha dizendo : “Em Reunião”. Era o gatilho que eu usava para que eles entendessem que eu precisava de um tempo para trabalhar sem interrupções.

Interrupções no ambiente de trabalho

As interrupções no ambiente de trabalho podem acontecer devido a um colega de trabalho que o para o tempo todo para perguntar algo ou conversar, seja pelas conversas paralelas de outras pessoas ao redor (tem gente que fala alto demais e não percebe que está atrapalhando a concentração de outras pessoas). Isso sem contar muitas vezes telefonemas, e-mails , reuniões sem sentido, etc.

Eu já falei em outro post sobre como se disciplinar para manter seu Inbox Zero e programar os horários para leitura de e-mails sem interromper a todo momento o que está fazendo.

As Reuniões desnecessárias também são formas de interrupção. Devemos sempre questionar a nossa presença em certas reuniões, principalmente se estivermos ocupados. Claro que existem reuniões que não dá para fugir, mas tente fugir daquelas que for possível fugir.

Para não se distrair com as conversas paralelas, meu conselho é utilizar uma música que te ajude a focar no trabalho. Ouvir música no ambiente de trabalho pode mascarar possíveis conversas paralelas, reduzindo assim o número de distrações, e aumentando a produtividade pois pode aumentar a capacidade de reter informações a curto prazo. Caso queria saber mais sobre o assunto sugiro dar uma olhada na pesquisa feita pelo pesquisador Annu Haapakangas e colaboradores no link http://www.icben.org/2008/PDFs/Haapakangas_et_al_Laboratory_study.pdf

Aprenda a dizer NÃO

É preciso de vez em quando dizer NÃO. Os outros não tem como adivinhar que você está ocupado. Tente não se comprometer com mais tarefas do que você pode dar conta. Por melhor profissional que você seja, não é uma atitude produtiva ficar absorvendo tudo que tem pela frente, aprenda a delegar, a dizer não quando necessário.

Não subestime o tempo das interrupções apenas porque alguém disse que é rapinho ! Muitas vezes o outro acho que são apenas 5 minutos, mas esses 5 minutos podem levar 15, 30 minutos. Pode parecer pouco mas imagina várias ligações nesse tempo ao longo do dia, quanto de tempo produtivo será perdido ? Então não fique chateado de dizer NÃO para uma ligação ou uma conversa aparentemente rápida.

Quando tiver que dizer não que tal dar uma alternativa ? Por exemplo. Seu chefe te pediu para executar determinada tarefa mas você está sobrecarregado e diz a ele que não tem como fazer. Ao invés de só dizer o NÃO você pode dar a alternativa indicando alguém que o faça ou propondo uma alteração no cronograma futuro para poder pegar a tarefa. O importante é mostrar que você não disse só NÃO. Você também pensou na solução do problema. Quando alguém já chega com uma solução é muito melhor, não ?

Interrupções digitais / sociais

Algumas das interrupções são causadas por nós mesmos. São as interrupções que eu chamdo de sociais. São interrupções causadas por acesso a rede sociais ou para responder e enviar mensagens para amigos que não tenham uma finalidade produtiva.

Para se proteger dessas interrupções sugiro deixar seu whatsapp no silencioso e desativar todas as notificações do seu smartphone enquanto estiver ocupado.

Existem aplicativos que bloqueiam as redes sociais por períodos de tempo. Isso é interessante para quem se distrai facilmente. Como exemplo de aplicativos temos o RescueTime, Klok, Slife e BitComet.

Procure também fechar todas as abas do seu navegador que não tenham haver com o seu trabalho. Nada de Facebook, e-mails ou páginas de outros blogs abertas. Fique somente com o que está trabalhando aberto. Isso te impede de ter aquela tentação de ficar olhando essas páginas de tempo em tempo.

Conclusão: Procure planejar seu dia contando com algumas interrupções. Não temos como fugir de 100% delas. É legal ao planejar seu dia deixar uma folga de 1 a 2 horas no dia, justamente para se houverem interrupções suas metas do dia não ficarem comprometidas. Procure trabalhar evitando-as mas se prepare para os imprevistos, afinal não somos rôbos e os imprevistos sempre irão acontecer !

Assine nossa lista VIP e receba na frente novidades e e-books grátis

* campos obrigatórios




0 In Organização

Mapas Mentais : Como e porquê usá-los ?

mapas mentais

Você já ouviu falar nos mapas mentais ? Para que servem ? Como criar um mapa mental ?

Hoje eu vou falar um pouco dessa ferramenta, quais as vantagens e para ela serve, te dar alguns exemplos e te dar uma explicação rápida de como começar a criar mapas mentais.

O que é um Mapa Mental ?

Mapa mental é o nome dado a um tipo de diagrama para brainstorm, voltado para a gestão de informações, de conhecimento e de capital intelectual, para compreensão, solução de problemas, memorização e aprendizado. É muito utilizado também como ferramenta de brainstormin e auxilia a gestão de negócios.
Os Mapas Mentais procuram representar o relacionamento conceitual existente entre informações fragmentadas. É uma ferramenta para ilustrar idéias e conceitos, traçar os relacionamentos de causa, efeito, simetria que existe entre elas e torná-las paupáveis e mensuráveis, permitindo que se possa planejar ações e estratégias para alçançar objetivos especificos.

O Mapa Mental ajuda a organizar a informação de uma forma mais fácil para o cérebro assimilar e lembrar.

Os Mapas mentais foram criados pelo psicólogo inglês Tony Buzan, ele argumenta que artigos “tradicionais” obrigam o leitor a escanear a informação da esquerda para a direita e de cima para baixo, enquanto o que acontece na prática é que a mente escaneia a página inteira de uma forma não-linear.

Utilidade do mapas mentais

Os Mapas Mentais podem ser utéis em diversas situações :

– lidar com o excesso de informações
– desenvolver a concentração
– melhorar a absorção, a compreensão e a memória
– organizar o pensamento e estruturar o discurso
– saber priorizar informações e reconhecer o que é importante
– produzir conhecimento (redações, textos, artigos, livros, dissertações e teses)
– encontrar soluções criativas para problemas e crises
– identificar oportunidades
– e muito mais!

Onde e quando podemos utilizar um mapa mental ?

Os mapas mentais podem ser utilizados praticamente em qualquer área e para tantos fins. Eles constituem um valioso método para aumentar seu foco de atenção em reuniões, palestras, conferências, etc. Podem ser utilizados também :

– planejamento de eventos
– planos de estudos
– gerenciamento de projetos
– planejamento e metas pessoais
– processos de Coaching
– criação de rotina e checklist
– para representar um fluxo de idéias, como os passos do GTD por exemplo
– solução de problemas
– sessões de brainstorming
– criação de resumos
– e muitos outros

Passos para criar um mapa mental 

como_criar_um_mapa_mental

imagem : internet

Os mapas mentais devem-se partir de uma idéia central. Normalmente envolve palavras, imagens e linhas.

Os elementos são ordenados de forma intuitiva, de acordo à importância dos conceitos, os quais são organizados em agrupamentos, ramificações ou áreas.

1. Comece colocando a idéia central. Coloque uma imagem como tópico central.
2. Utilize imagens símbolos, códigos e dimensões
3. Selecione palavras-cave e as escreva
4. Coloque cada palavra/imagem sozinha em sua própria linha
5. As linhas devem se conectar a partir da imagem central.
6. Faça as linhas do mesmo comprimento que a palavra/imagem que a suportam
7. Use várias cores em todo o mapa para agrupar e dar uma estímulo visual

Os Mapas Mentais podem ser desenhados à mão mas existe uma ampla gama de ferramentas de software desenvolvidas para a criação de mapas mentais.

Exemplos de ferramentas para criação de mapas mentais : Mind Meister, Coggle.itStormboard, entre outros.

Eu utilizo o Mind Meister mas o acesso gratuito só dá direito a 3 mapas mentais por usuário. O plano básico mensal custa 36 dólares.

Exemplos de mapas mentais

Eu fiz um mapa mental para o Blog conforme você viu na figura de destaque deste post. Eu coloquei o blog no centro e as categorias ao redor e fui colocando os assuntos desejados para posts. Eu poderia ainda abrir mais cada assunto, colocando o título de cada post, assim eu teria um mapeamento completo do Blog. Eu poderia ainda colocar o link que aponta para o post, ferramentas como o Mind Meister permitem isso.

Abaixo alguns modelos de mapas mentais para os mais diferentes usos. Você consegue uma infinidade de templates no Mind Meister : Mind Meister.

exemplo_utilizacao_mapa
todolist_mapa

Fonte de Pesquisa : Wikipédiahttps://mentaismapas.wordpress.com/category/mapas-mentais-2/

0 In Hábitos/ Organização

Como criar o hábito da organização

organizacao

Se criar um novo hábito já não é tão simples para algumas pessoas, imagina criar o hábito de ser organizado ?

Ás vezes a nossa desorganização pode ser patológica (se possuir algum transtorno como Déficit de Atenção por exemplo) ou a própria desorganização virou um hábito que você mantém há muito tempo, seja por falta de tempo, seja porque tem alguém que arrume para você ou mesmo porque você não vê muita vantagem ou acha chato manter uma vida mais organizada.

Eu falei recentemente sobre os Benefícios de uma vida organizada, eu poderia citar inúmeros, mas me prenderei a criação do hábito em si.

Criar um hábito não é fácil, é preciso ser persistente. O nosso cérebro precisa de um tempo para se habituar com uma ação e colocá-la no automático.

Sabemos que uma atividade passa a ser um hábito quando seu cérebro acostuma a fazer tal coisa, a ponto de permitir gastar aquela energia ao invés de resistir, quando essa atividade passa a ser realizada praticamente no piloto automático um hábito é criado.

organizacao

imagem: internet

Em Casa

Para começar a criar o hábito da organização podemos começar 15 minutos por dia destralhando/organizando um determinado cômodo da casa. Se todos os dias você se programar para gastar ao menos 15 minutos com essa tarefa, ao final da semana ao menos alguma coisa estará organizada.

Os itens em papel que não podem ser jogados fora procure guardar sempre no mesmo lugar categorizando em : documentos pessoais como certidões, carteiras de vacina, xerox de documentos de identificação, carteira de trabalho, passaporte, etc. Todos juntos com uma etiqueta escrita “Documentos Pessoais”. Contratos, históricos escolares, etc. podem ficar numa outra pasta. Contas Pagas e contas a pagar também, cada uma em sua pasta. Não caia na tentação de pegar uma conta e por preguiça não guardar no local correto. Você corre o risco de não pagá-la por que treinou seu cérebro a procurar sempre no mesmo lugar.

Tenha um local para pendurar suas chaves e recados telefônicos. Fica mais fácil e organizado de se encontrar se todas as chaves estiverem juntas , de preferência próximo a porta onde fica fácil retirar e colocar novamente.

Mantenha uma lista dos itens de mercado comprados no mês e vá marcando conforme forem acabando. Assim você sabe de forma rápida o que precisa comprar e o que ainda não acabou quando for ao supermercado.

Procure setorizar os itens na sua cozinha. Panelas somente com panelas, potes de plástico juntos, temperos todos no mesmo lugar, grãos sempre em potes Transparentes que facilita na procura.

Mantenha os compromissos escolares das crianças como eventos, provas e feriados escolares num calendário que possa sempre ser visto ou mesmo na sua própria agenda, assim você se programa com antecedência e não é pega de surpresa.

Procure sempre consultar a agenda um dia antes e ver seus compromissos do dia seguinte.

Ganha-se tempo se você já deixar separada a roupa que será colocada no dia seguinte. Poupa tempo e paciência !

organizacao

imagem : viverdeblog.com

No Trabalho

Mantenha uma rotina de leitura diária de e-mails. Como eu utilizo o GTD, me programo para todos os dias às 08:00 executar o processamento das minhas caixas de entrada do dia anterior (e-mails, inbox do Evernote, notas do Google Keep). Utilizo os 5 passos do GTD e coloco cada item processado onde deve estar. Algumas pessoas fazem o processamento ao final do dia. Para mim fica melhor 3 vezes ao dia, mas faça como funcionar melhor para você.

Revise a sua lista de tarefas e a agenda de compromissos diariamente. Veja se haverá algum tempo livre para uma ação da sua lista de de Próximas Ações.

Ao chegar no trabalho olhe para sua mesa. Há algo que possa ser arrumado ? Sua mesa está limpa, papéis guardados ? O que pode ser melhorado. Existe algo a Capturar ? Faça logo que chegar, assim não ficará empurrando para depois.

No seu PC/Notebook procure deixar sua área de trabalho sem muitos ícones. Além de visualmente poluído esse hábito deixa seu sistema operacional lento. Organize suas pastas por conteúdo, data e outras classificações que julgar necessárias. Fica mais fácil de encontrar alguma coisa quando você precisar.

Finanças

Mantenha suas finanças sobre controle. Tenha uma planilha de planejamento financeiro e alimente-a no mínimo semanalmente.

Lembre-se também de anotar todos os gastos arbitrários. Para controlar melhor seus gastos é preciso que saiba com o que se está gastando e como se pode diminuir despesas e desperdícios.

Capture

Capture tudo que prende a sua atenção. Teve uma idéia, anote. Lembrou de um compromisso, anote. Procure ter o hábito de andar sempre com um meio físico ou digital para anotar essas capturas e depois ao final do dia processe tudo que foi capturado, analisando onde cada item se encaixa.

Funciona bem comigo usar o Evernote ou mesmo o Google Keep que é mais rápido. Crio diversas notas e quando vou fazer meu processamento diário eu analiso o que fazer com cada coisa, conforme os passos do GTD. Se você ainda não conhece o GTD recomendo ler o post GTD – Getting Things Done.

gatilhos-mentais

imagem: internet

Gatilhos

Para criar hábitos muitas vezes precisamos usar de artíficios que nos lembrem que devemos tomar uma ou outra atitude. Esses artíficios podemos chamar de gatilhos mentais.

Por exemplo, para não esquecer de ler e responder seus emails, associe ele com o ato de tomar um café pela manhã. Escolha uma música para estudar e sempre use a mesma, ou até mesmo, organize sua rotina para que tarefas mais fáceis sirvam de porta de entrada para tarefas mais longas.

Eu criei a minha rotina colocando o gatilho de que sempre ao ligar o computador ler a lista de tarefas do dia e da manhã. Esse gatilho de mostra que tenho que organizar as tarefas do dia e é o que eu faço sempre logo após checar a minha lista de tarefas. Como eu faço isso logo ao ligar o computador, todos os dias, no mesmo horário, meu cérebro já se acostumou então intuitivamente eu não começo o meu dia sem o hábito de ler meus e-mails, entendem como funciona ?

Como eu disse no post 10 passos para se criar um novo hábito, é preciso persistir por ao menos 21 dias executando a mesma ação para que seu cérebro se adapte e incorpore a rotina e o ideal é que se adquira no máximo dois hábitos por vez.

E aí ? Está disposto (a) a incorporar o hábito da organização na sua vida ? Posso garantir que alivia e muito o estresse do dia a dia ! Vamos tentar ?